Nove soldados indianos morrem em explosão na Caxemira

Pelo menos nove soldadosindianos foram mortos e 16 ficaram feridos no sábado, quando oveículo em que estavam passou por cima de uma mina terrestre. Éo maior ataque a soldados na Índia nos últimos meses. O ônibus militar explodiu perto de Srinagar, principalcidade da Caxemira, dois dias antes de uma nova rodada denegociações de paz entre Índia e Paquistão, à qual militantesseparatistas se opõem. O principal grupo rebelde da Caxemira, Hizbul Mujahideen,assumiu a responsabilidade pelo ataque. Um porta-voz do grupo,que se identificou como Ehsan Elahi, disse à Reuters que maisde vinte e quatro soldados foram mortos. Imtiyaz Ahmad Bhat, que testemunhou o ocorrido, disse que"uma poderosa explosão sacudiu toda a área e muitos feridosgritaram por ajuda". O porta-voz do ministério da Defesa indiano, otenente-coronel A. K. Mathur, disse que nove soldados morreram. A violência entre as tropas indianas e os militantesseparatistas diminuiu desde que as negociações de paz entreÍndia e Paquistão começaram, em 2004. Os dois paísesreivindicam a região da Caxemira e já lutaram duas vezes porela. (Reportagem de Sheikh Mushtaq)

REUTERS

19 de julho de 2008 | 13h54

Tudo o que sabemos sobre:
INDIANOVEMORTOS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.