Nove terroristas são julgados na Austrália

O julgamento de nove terroristas acusados de conspirar para fabricar explosivos com o objetivo de atacar o reator nuclear de Lucas Height começou na Austrália, nesta segunda-feira, 5. As autoridades australianas reforçaram as medidas de segurança do Tribunal de Distrito de Penrith, em Sydney.O tribunal está protegido por agentes especializados da polícia, e a maioria dos procedimentos do julgamento transcorrerá a portas fechadas numa sala reservada para um período de três meses.Os nove processados - Mirsad Mulahalilovic, Abdul Rakib Hassan, Khaled Cheikho, Mustafah Cheikho, Mohammed Ali Elomar, Mazen Touma, Khaled Sharrouf, Omar Baladjam e Mohammed Omar Khamal - foram detidos entre novembro e dezembro de 2005 em Sydney e Melbourne.Os acusados não apareceram na corte nesta segunda-feira, mas devem estar presentes na terça-feira quando os advogados apresentarão as evidências contra eles.A Austrália nunca sofreu um ataque terrorista no interior do país, apesar de seus interesses e cidadãos terem sido alvo de vários atentados cometidos na Indonésia nos últimos anos.O mais grave foi em 2002, na ilha de Bali, causando a morte de 202 pessoas, entre elas 88 australianos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.