Novo ataque aéreo de Israel mata dois e fere um em Gaza

Um míssil lançado por um avião israelense não tripulado matou neste sábado dois militantes das Brigadas dos Mártires de Al-Aqsa, filiadas ao Fatah, no bairro de Seyaia, na Cidade de Gaza, informou Abu Kusai, porta-voz da facção. Kusai disse aos jornalistas que os mortos são Aami Abu Shareia e Mahmoud Asur. O míssil, lançado do avião por controle remoto, atingiu o carro que os militantes ocupavam. Um terceiro passageiro do veículo ficou ferido, acrescentou o porta-voz, sem especificar a gravidade do estado da vítima. O ataque é o segundo "assassinato seletivo" perpetrado pela força aérea israelense em menos de 24 horas. Na última sexta-feira à noite, um outro avião não tripulado matou seis palestinos, entre eles duas crianças, em um ataque similar no campo de refugiados de Rafah, ao sul da Cidade de Gaza. Em círculos da segurança da Autoridade Nacional Palestina (ANP), que controla a Faixa de Gaza desde a retirada militar israelense de setembro do ano passado, comenta-se que a força aérea recebe informações de colaboracionistas. A intensificação das operações israelenses coincide com o aumento de ataques palestinos com foguetes Qassam contra localidades israelenses vizinhas à Faixa de Gaza, o último dos quais, na quinta-feira, atingiu uma fábrica de colchões, embora não tenha causado vítimas.

Agencia Estado,

08 Abril 2006 | 09h49

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.