Novo ataque aéreo israelense mata ao menos sete em Gaza

Um ataque aéreo do exército israelense matou nesta quinta-feira ao menos sete palestinos e feriu outros dez na Faixa de Gaza, informaram testemunhas e médicos palestinos. O míssil foi disparado por um avião não-tripulado contra uma casa do bairro de Al Isra, na cidade de Beit Lahia, no norte da Faixa de Gaza, matando sete palestinos e elevando para 13 o número de mortos nesta quinta-feira em agressões israelenses.Fontes médicas do hospital de Shifa, na Cidade de Gaza, informaram que três dos feridos se encontram em estado crítico. Outros dois palestinos morreram em uma troca de tiros com soldados do exército israelense no norte da Faixa de Gaza.Os disparos ocorreram perto de uma localidade povoada no norte de Gaza. Um dos mortos é um militante e o outro é um pedestre que foi atingido na cabeça. No confronto, um soldado israelense sofreu ferimentos graves na cabeça por causa de disparos de um miliciano.Outros dois palestinos, militantes dos Batalhões Saraya Al Quds, da Jihad Islâmica, morreram no ataque de um helicóptero israelense na cidade de Khan Yunes, no qual outras sete pessoas ficaram feridas, duas delas em estado grave.Um porta-voz da Jihad afirmou que os dois militantes foram alvo de um foguete israelense quando tentavam atacar um blindado israelense no bairro de Abasan, ao leste de Khan Yunes.Israel infiltrou na madrugada de quarta-feira muitos militares no norte da Faixa de Gaza, um prolongamento da ofensiva "Chuvas de Verão" e que recebeu o nome de "A espada de Gilad", em alusão ao soldado Gilad Shalit, ainda mantido refém em algum lugar deste território palestino.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.