Novo ataque em ônibus deixa 4 mortos nas Filipinas

Ataque acontece três dias depois que um ex-policial sequestrou um ônibus de turistas em Manila

EFE

25 de agosto de 2010 | 23h59

Quatro pessoas, incluindo dois policiais, foram assassinados nesta quinta-feira por homens que atacaram o ônibus no qual viajavam no sul das Filipinas, segundo fontes oficiais.

 

Veja também:

Sequestro de ônibus termina com 9 mortos nas Filipinas

 

 

O ataque acontece três dias depois que um ex-policial sequestrou um ônibus de turistas em Manila e matou oito deles antes de ser abatido pelas forças de segurança.

 

Nesta quinta-feira, os criminosos, disfarçados de policiais, ordenaram que o veículo parasse em um controle entre as cidades de Cagayan de Oro e Zamboanga, na região de Mindanao, onde operam vários grupos criminosos e guerrilhas muçulmanas e comunistas.

 

O responsável policial Orlando Vinas assinalou que os passageiros foram obrigados a descer do ônibus, e os criminosos dispararam contra quatro, incluindo os dois policiais.

 

Vinas explicou que os agentes viajavam no veículo para evitar que bandidos roubassem dinheiro dos viajantes, uma prática comum nesta parte do país.

 

Após décadas de conflito separatista e presença de exércitos privados, roubos e outros crimes são comuns em Mindanao, onde prolifera o tráfico de armas e as forças de segurança não dispõem de meios suficientes para impor a lei.

Tudo o que sabemos sobre:
Filipinas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.