Novo caso suspeito de antraz

Uma funcionária da rede de televisão norte-americana NBC teve seu teste da bactéria antraz positivo. O FBI e o Centro Nacional para o Controle e a Prevenção de Doenças investigam o caso. Segundo a NBC, o antraz diagnosticado em sua empregada não tem as características do caso pulmonar que levou à morte um homem no Estado da Flórida. A mulher, que apresenta uma infecção cutânea, não foi identificada e recebe tratamento médico, ao qual responde bem, informou a NBC. De acordo com a rede de televisão, a funcionária não corre perigo e deverá se recuperar por completo. Uma fonte próxima à investigação disse apenas que o CDC recebeu o alerta de um possível caso de antraz, mas que ele ainda não está confirmado. A NBC acrescentou que havia recebido correspondências suspeitas e que entrou imediatamente em contato com o FBI, o CDC e o Departamento de Saúde de Nova York. Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.