Novo esboço derruba prazo para acordo até 2010

Um novo esboço da declaração final da conferência sobre o clima patrocinada pela Organização das Nações Unidas (ONU) em Copenhague derruba o prazo de 2010 para que seja alcançado um novo acordo climático com força de lei.

AE-AP, COM DOW JONES, Agencia Estado

18 de dezembro de 2009 | 14h59

O novo esboço, obtido pela Associated Press, não menciona nenhum prazo. Assim como rascunhos anteriores, o texto que circulava nesta sexta-feira por Copenhague referia-se a "profundos cortes" nas emissões globais de gases causadores do efeito estufa, mas sem mencionar números específicos.

Chefes de Estado e de governo de mais de 120 países estão reunidos em Copenhague em busca de um acordo climático capaz de suceder o Protocolo de Kyoto, que expira em 2012.

O esboço prevê ainda cortes de pelo menos 50% das emissões de gases causadores do efeito estufa até 2050, baseando-se nos níveis de 1990. Com isso, seria possível garantir que a temperatura não suba mais de 2º Celsius, segundo o rascunho obtido pela Dow Jones.

Os países ricos se comprometeram a reduzir suas emissões em pelo menos 80% até 2050, afirma o texto. Aparentemente, os EUA poderiam estar sujeitos a outro índice.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.