Novo governo de Portugal pode cair, sob pressão do Parlamento

O novo governo de Portugal enfrenta o que pode ser suas últimas horas no poder, já que as forças contrárias às medidas de austeridade no Parlamento do país se preparam para tentar forçar sua renúncia.

Estadão Conteúdo

10 de novembro de 2015 | 08h57

A disputa política desta terça-feira ocorre menos de duas semanas após o governo de centro-direita assumir. Os parlamentares de centro-esquerda, porém, são maioria no Legislativo e prometem tirar os líderes do poder ao rejeitar suas propostas políticas. Um rechaço às propostas pode de fato levar à renúncia do governo, gerando instabilidade política.

O Partido Socialista fechou uma aliança com o Partido Comunista e o radical Bloco Esquerda para tentar assumir o poder. As siglas desejam reverter cortes em salários e pensões e elevar os gastos públicos, ainda que não tenham dito como conseguirão mais dinheiro.

Após a Grécia, o endividado país é o mais recente na zona do euro a sofrer com a resistência às medidas de austeridade adotadas em meio à recente crise financeira europeia. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Portugalpolíticacrise

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.