Novo governo do Kuwait tem 2 mulheres entre 15 membros

As autoridades do Kuwait anunciaram no domingo, 25, a formação de seu novo governo, integrado por 15 membros, dois deles mulheres, o que representa mais um passo em direção ao apoio aos direitos femininos em um dos países árabes mais conservadores do Golfo Pérsico.O anúncio da formação do novo gabinete, o terceiro que o xeque Naser al-Mohamad al-Ahmad al-Sabah lidera como primeiro-ministro, acontece cerca de 20 dias após a demissão do anterior, depois de um longo confronto com o Parlamento pela atuação do ministro da Saúde, membro da família real.No novo Executivo se destaca a nomeação de Masuma Saleh al-Mubarak como ministra da Saúde e de Nuriya Sobeih como titular de Educação e de Ensino Superior.O Kuwait é o único Estado dos seis integrantes do Conselho de Cooperação do Golfo (CCG, integrado também por Arábia Saudita, Barein, Emirados Árabes Unidos, Omã e Catar) que tem um Parlamento completamente eleito por sufrágio universal e no ano passado foi permitido que as mulheres participassem das eleições.A maior parte da população dos países da região é conservadora e em geral ainda não aceita a participação plena da mulher na vida política.

Agencia Estado,

26 de março de 2007 | 02h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.