Novo governo japonês tem apoio de 64,4%, mostra pesquisa

O renovado gabinete do primeiro-ministro japonês, Naoto Kan, recebeu apoio de 64,4 por cento da população em uma pesquisa divulgada neste sábado pela Kyodo News, configurando a maior taxa de aprovação desde que ele assumiu o cargo, no começo de junho.

REUTERS

18 de setembro de 2010 | 10h52

Kan anunciou na sexta-feira uma nova formação de seu gabinete, mantendo aliados em postos importantes e retirando apoiadores de seu rival Ichiro Ozawa, a quem ele derrotou em uma eleição pela liderança do Partido Democrático na terça-feira.

A taxa foi a maior desde que uma sondagem mostrou apoio de 61,5 por cento da população, pouco depois da formação do primeiro gabinete de Kan, quando ele assumiu o cargo no lugar de Yukio Hatoyama, informou a Kyodo. A taxa de desaprovação caiu para 21,2 por cento, ante 31,5 por cento uma semana atrás.

Pouco menos da metade dos entrevistados, 49,1 por cento, disse querer que a próxima eleição para a Câmara dos Deputados seja realizada em 2013, quando o mandato dos atuais parlamentares acaba, refletindo um desejo de Kan de permanecer como primeiro-ministro por algum tempo, para trabalhar nos crescentes desafios econômicos do Japão.

Kan, quinto primeiro-ministro do Japão em três anos, apontou na sexta-feira o especialista em segurança Seiji Maehara, um conservador, como novo ministro de Relações Exteriores, entre outras mudanças.

Ele manteve no cargo o ministro das Finanças, Yoshihiko Noda, que nesta semana supervisionou a primeira intervenção do país nos mercados de câmbio em mais de seis anos.

(Reportagem de Chang-Ran Kim)

Tudo o que sabemos sobre:
JAPAOGOVERNOAPOIO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.