Novo governo propõe diálogo com terroristas

Em seu primeiro pronunciamento como premiê do Paquistão, Yousaf Raza Gillani, disse ontem que deseja abrir um diálogo com os grupos terroristas dispostos a "abandonarem as armas para participarem do caminho da paz". Gillani, do partido da ex-premiê assassinada Benazir Bhutto, afirmou que a guerra ao terror é uma guerra do Paquistão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.