Andrea Mantovani / The New York Times
Andrea Mantovani / The New York Times

Novo lockdown imposto pela França pode ser estendido para além do prazo inicial de 1º de dezembro

A projeção é de Jean-François Delfraissy, que chefia o conselho científico que assessora o governo francês sobre a pandemia

Reuters, O Estado de S.Paulo

29 de outubro de 2020 | 04h41

O novo lockdown nacional da França, com o objetivo de conter a segunda onda da covid-19, pode ter que ser estendido além do prazo inicial de 1º de dezembro, disse nesta quinta-feira, 29, o conselheiro científico do governo, professor Jean-François Delfraissy.

O presidente Emmanuel Macron disse na quarta-feira que a França pode começar a aliviar as medidas de lockdown assim que as infecções por coronavírus caírem para cerca de cinco mil por dia. Atualmente, o país registra cerca de 40 mil contágios diários. Mas Delfraissy não acha que isso poderia ser alcançado até 1º de dezembro.

"Em 1º de dezembro, não estaremos com cinco mil contaminações por dia. Posso dizer isso para você hoje. Precisamos de mais tempo", disse Delfraissy, que chefia o conselho científico que assessora o governo francês sobre a pandemia./REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.