Kuni Takahashi/The New York Times
Kuni Takahashi/The New York Times

Novo premiê da Índia comemora vitória e planeja formação de novo governo

Partido do opositor Narendra Modi conseguiu ampla maioria parlamentar em eleição

O Estado de S. Paulo,

17 Maio 2014 | 17h03

NOVA DÉLHI - O vencedor da eleição indiana Narendra Modi, do Bharatiya Janata Party (BJP), foi recebido neste sábado, 17, por centenas de seguidores em Nova Délhi, para onde se deslocou para celebrar sua vitória e começar a planejar seu Gabinete.

Modi chegou às 11h (2h30 no horário de Brasília) à capital. Na sexta-feira, ele celebrou a vitória em Gujarat, Estado que governava até agora. O opositor conquistou a maioria absoluta na eleição, pela primeira vez em 30 anos.

Uma multidão se aproximou da sede do BJP na capital indiana, onde grupos de música tradicional animavam centenas de pessoas, que balançavam bandeiras cor açafrão com o lotus, o símbolo do Partido. "Modi nos trará prosperidade e progresso", disse um Kumar, que estava no local.

O político de 63 anos fez um discurso agradecendo o apoio dos eleitores e afirmou que a vitória se deve ao trabalho das pessoas do partido. Mais tarde, ele se reuniu com a direção do BJP para começar a planejar seu governo, embora ainda não tenha sido anunciada a data da posse.

Pouco antes, o primeiro-ministro em fim de mandato, Manmohan Singh, apresentou sua renúncia ao presidente do país, Pranab Mukherjee, informou a agência local PTI.

Singh, veterano político de 81 anos, já anunciou em janeiro que se retiraria após este pleito, independente do resultado eleitoral.

Seu partido, o Partido do Congresso da dinastia Nehru-Gandhi, que governou a Índia por 54 anos, sofreu no pleito sua maior derrota eleitoral, tendo ficado com apenas 44 cadeiras - 162 assentos a menos que em 2009. "Sempre tratei de dar o melhor de mim mesmo à serviço desta grande nação", afirmou Singh em seu discurso de despedida./ EFE

 
Mais conteúdo sobre:
ÍndiaNarendra Modi

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.