Novo premiê japonês planeja viajar à China logo após assumir cargo

A visita tem como objetivo mostrar o interesse do novo Governo japonês em melhorar as relações com Pequim

EFE

07 de setembro de 2009 | 02h03

O futuro primeiro-ministro do Japão, Yukio Hatoyama, planeja visitar a China em outubro, logo após tomar posse em 16 de setembro, segundo assegura o jornal japonês "Yomiuri".

 

A visita tem como objetivo mostrar o interesse do novo Governo japonês em melhorar as relações com Pequim, de acordo com um porta-voz do Partido Democrático (PD), vencedor das eleições gerais do dia 30 de agosto no Japão.

 

Durante a visita, Hatoyama se encontraria com o presidente da China, Hu Jintao, para falar sobre a cooperação entre Japão e China em assuntos globais como a mudança climática.

 

Hatoyama também espera poder tratar com Hu Jintao assuntos como a exploração de jazidas de gás no Mar da China Oriental.

 

Antes de ir à China, Yukio Hatoyama viajará os Estados Unidos, seu primeiro destino como primeiro-ministro japonês, para participar da 64ª Assembleia Geral da ONU, que começa no dia 23 de setembro em Nova York, e na cúpula do Grupo dos Vinte (G0, formado pelos países desenvolvidos e principais emergentes), entre os dias 24 e 25 deste mês em Pittsburgh (Pensilvânia).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.