Novo premiê promete fim de crise nuclear

O novo primeiro-ministro japonês, Yoshihiko Noda, reforçou ontem o compromisso de acabar com a crise nuclear do Japão, afirmando que seria "surreal" construir ou expandir reatores depois da tragédia de Fukushima. O premiê disse estar consciente de que o país precisa crescer economicamente para fortalecer suas finanças públicas. Noda é o sexto primeiro-ministro do Japão nos últimos cinco anos. Naoto Kan renunciou na semana passada por causa das críticas sobre o modo como reagiu ao terremoto e tsunami.

, O Estado de S.Paulo

03 Setembro 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.