Novo presidente do Irã nomeia reformista para o cargo de vice

Rouhani busca formar gabinete equilibrado entre moderados e conservadores

O Estado de S. Paulo,

05 de agosto de 2013 | 10h30

TEERÃ -O novo líder do Irã, Hasan Rouhani, indicou o reformista Eshaq Jahangiri como seu principal vice-presidente, informou a emissora estatal de TV do país nesta segunda-feira. A escolha de Eshaq Jahangiri ocorre em um momento em que o novo presidente busca formar seu governo de maneira equilibrada entre reformistas, que o ajudaram a garantir a eleição, e influentes conservadores do país.

Eshaq Jahangiri é ex-ministro de Indústria e Minas e aliado próximo do ex-presidente reformista Mohammed Khatami, que não é bem visto por conservadores linha-dura. O Irã tem vários vice-presidentes, mas Jahangiri seria o primeiro na linha de sucessão caso algo acontecesse com Rouhani. O presidente também já propôs vários conservadores para seu gabinete.

Ainda nesta segunda-feira, o líder supremo do Irã, Ali Khamenei, nomeou o ex-presidente Mahmoud Ahmadinejad como membro do Conselho de Discernimento, um grupo que aconselha o aiatolá em assuntos estatais. O conselho é liderado pelo ex-presidente Akbar Hashemi Rafsanjani, grande crítico de Ahmadinejad.

Ao anunciar a nomeação, o aiatolá Ali Khamenei elogiou "os esforços dignos" de Ahmadinejad como presidente. "Considerando a experiência abundante que você ganhou durante oito anos de esforços dignos, eu o nomeio como membro do Conselho de Discernimento", dizia um comunicado publicado no site da Khamenei. / AP

Tudo o que sabemos sobre:
Irã

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.