Novo primeiro-ministro do Peru toma posse amanhã

O novo primeiro-ministro do Peru, Yehude Simón Munaro, tomará posse amanhã com a tarefa de ajudar o presidente Alan García a governar a nação andina. Simón Munaro, preso por mais de oito anos sob acusações de subversão na década de 1990, deverá fazer o juramento como primeiro-ministro e substituir Jorge Del Castillo, que deixou o cargo na sexta-feira após um escândalo de corrupção derrubar o gabinete inteiro de García.Embora Del Castillo integre há muito tempo o partido centrista Apra, Simón é um governador independente do departamento (Estado) de Lambayeque, no norte do Peru. Ele também foi deputado no final da década de 1980. "Yehude Simón Munaro garantirá um diálogo com os departamentos, já que como governador de Lambayeque ele divide as preocupações para encontrar soluções aos problemas que a população do interior do Peru enfrenta", disse em comunicado a Câmara de Comércio de Lima.Entre os problemas da administração de García estão uma greve no sistema público de saúde, pedidos dos departamentos por mais verba do governo central, conflitos sociais, e a crise econômica mundial, que poderá atingir as exportações do país.Filho de um imigrante palestino e uma imigrante italiana, Yehude Simón Munaro, com 61 anos, foi acusado de subversão em 1992, durante o governo do então presidente Alberto Fujimori. Ele ficou detido oito anos e foi libertado em 2000, logo após a queda de Fujimori. Em seguida, ele fundou o Partido Humanista. Simón Munaro deverá renunciar ao cargo de governador para ocupar o de primeiro-ministro. As informações da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.