Novo primeiro-ministro do Timor será conhecido no sábado

Já foram encerradas as negociações do presidente do Timor Leste, Xanana Gusmão, com representantes da Frente Revolucionária do Timor Leste Independente (Fretilin), partido que domina o Parlamento, para escolher o novo primeiro-ministro do país. A escolha deve ser anunciada neste sábado. O ex-ministro de Relações Exteriores e da Defesa José Ramos-Horta está entre os escolhidos pelo partido.Fontes da Fretilin informaram aos jornalistas que entre os candidatos mais cotados, além do chefe de Governo interino desde a semana passada, estão outros nomes, como o da ministra de Estado, Ana Pessoa, e o do ministro da Agricultura, Estanislau da Silva.A Fretilin deve nomear o candidato a primeiro-ministro, já que tem 55 das 88 cadeiras do Parlamento. No entanto, o escolhido não precisa ser filiado ao partido.O atual presidente do grupo, Mari Alkatiri, apresentou sua renúncia no mês passado, quando foi responsabilizado pela onda de violência em Dili, a capital. Desde abril, a cidade sofreu com 30 mortes, 150 mil desabrigados e a intervenção das forças de paz da Austrália e de outros países.A renúncia foi em parte graças a Gusmão, que deu um ultimato a Alkatiri depois de um antigo membro da resistência contra a Indonésia revelar que o primeiro-ministro tinha entregado armas a grupos encarregados de matar seus rivais polticos. Gusmão vem tentando formar um Governo provisório com um novo primeiro-ministro para comandar o país até as eleições de maio de 2007.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.