Novo primeiro-ministro será político de linha dura

Um importante membro do Ennahda, principal partido islâmico da Tunísia, disse ontem à Reuters que um linha-dura deve substituir o moderado Hamadi Jebali, que renunciou ao cargo de primeiro-ministro na terça-feira. A fonte, que não quis se identificar, listou Nourredine Bouheiri (ministro da Justiça), Abdellatif Mekki (Saúde), Mohamed Ben Salem (Agricultura), Ali Larayedh (Interior) e Abdelkarim Harouni (Transporte) como possíveis indicados. "O próximo premiê será um desses nomes", disse.

O Estado de S.Paulo

22 de fevereiro de 2013 | 02h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.