Arquivo/ABC Color
Arquivo/ABC Color

Novo registro de chamadas mostra ligação de vice do Paraguai a ex-presidente da Ande

Hugo Velázquez conversou por cerca de cinco minutos com Pedro Ferreira para acertar ida de seu representante jurídico à reunião com a empresa brasileira Léros

Redação, O Estado de S.Paulo

19 de agosto de 2019 | 16h57

ASSUNÇÃO - Novos registros de chamadas telefônicas revelados nesta segunda-feira, 19, pelo jornal paraguaio ABC Color, apontam que o vice-presidente do Paraguai, Hugo Velázquez, falou diretamente com o ex-presidente da estatal responsável por Itaipu, Administração Nacional de Eletricidade (Ande), Pedro Ferreira, sobre reunião com comitiva brasileira para tratar do acordo de venda de energia excedente da usina.

Em uma ligação de cinco minutos de duração, no dia 9 de maio, Velázquez telefona para o número de Ferreira por volta das 16h horário local.

O motivo da conversa seria a reunião da comitiva paraguaia em Ciudad del Este com a empresa brasileira Léros, que havia sido transferida do dia 9 para o dia 10, o que impossibilitou a presença de Velázquez.

No mesmo dia 10, o presidente Mario Abdo Benítez esteve em Foz do Iguaçu em evento com o presidente Jair Bolsonaro, na parte brasileira de Itaipu. Por questões de protocolo, Velázquez não poderia se deslocar também e deixar a presidência sem um representante.

Na noite do dia 9, pouco depois das 21h horário local, o representante jurídico de Velázquez, Joselo Rodríguez, escreveu a Ferreira se apresentando como “assessor jurídico da vice presidência” e dizendo que escrevia “em nome do vice-presidente da República”.

Ele ainda se coloca à disposição de Ferreira para demais questões, confirmando sua presença na reunião do dia 10, na sede da Ande em Ciudad del Este.

Até o momento, não há informações sobre pedidos de cruzamento de chamadas dos outros envolvidos feitos pelo Ministério Público do Paraguai, que investiga o caso.

Rodríguez chegou a ocultar da investigação a existência de um segundo celular seu, enquanto afirmava que havia perdido o primeiro.

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) instalada com membros da Câmara e do Senado paraguaios escuta nesta segunda depoimentos de ex-funcionários da Itaipu paraguaia, entre eles Ferreira.

Segundo integrante consultado pelo Estado, até o momento não foram fornecidas novas informações sobre o caso. / COM CARLA BRIDI

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.