Novo terremoto de 5,9 graus sacode edifícios em Tóquio

Serviços do trem-bala foram suspensos; entretanto, alerta de tsunami não foi acionado

Efe

16 de abril de 2011 | 05h47

TÓQUIO - Um novo terremoto de 5,9 graus na escala Richter sacudiu neste sábado, 16, a região de Kanto (região central do Japão) e foi sentido com clareza em Tóquio, mas não levou a um alerta de tsunami.

Segundo informou a Agência Meteorológica do Japão, o tremor ocorreu às 11h19 locais (23h19 de Brasília) na província de Tochigi, ao norte da capital do país, e teve epicentro a 70 quilômetros sob a terra.

Em várias localidades das províncias de Ibaraki, Tochigi e Saitama, próximas a Tóquio, o sismo foi sentido com grau 5 na escala japonesa, que tem máximo de 7.

O novo terremoto voltou a sacudir edifícios em Tóquio, como acontece com frequência desde que em 11 de março ocorreu o tremor de 9 graus que gerou um tsunami e uma crise nuclear, deixando 13.645 mortos e 14.384 desaparecidos, de acordo com o último boletim policial.

Como medida de precaução, os serviços do trem-bala foram suspensos entre Tóquio e Odawara, na província de Kanagawa, informou a agência local Kyodo.

Desde 11 de março, o Japão foi atingido por mais de 1 mil terremotos superiores a 4,5 graus na escala Richter, de acordo com o Instituto Geológico dos Estados Unidos.

A Agência Meteorológica japonesa, que só contabiliza sismos com mais de 5 graus, indicou que até a sexta-feira houve no Japão cinco terremotos de mais de 7 graus e 72 de mais de 6 graus.

Tudo o que sabemos sobre:
Japão, terremoto, Tóquio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.