Novo tremor mata um na China

Tremor secundário atingiu a província de Sichuan; 260 ficam feridos

AP e Efe

25 de maio de 2008 | 09h08

Um forte tremor secundário na província de Sichuan matou pelo menos uma pessoa neste domingo, 25, e feriu outras 400, informaram as agências chinesas. O tremor teve uma intensidade de 6,4 graus na escala Richter.  Segundo relatos da agência 'Nova China', 24 dos feridos estão em condições graves. O tremor foi sentido em Pequim e é um dos mais fortes ocorridos na província desde o terremoto de 12 de maio, que matou, até agora, mais de 62 mil pessoas. O novo terremoto atingiu violentamente a cidade de Guanagyan, no distrito de Qingchuan, no noroeste de Sichuan. Este foi o mais potente dos muitos tremores secundários registrados desde o terremoto de 8 graus de magnitude que devastou o sudoeste da China há duas semanas. Cerca de 27 mil pessoas permanecem desaparecidas depois do terremoto. A cifra de mortos pela catástrofe pode chegar a 86 mil pessoas.

Tudo o que sabemos sobre:
Terremotochina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.