Novo tufão pode atingir as Filipinas

A Organização das Nações Unidas (ONU) advertiu hoje para o risco de um novo tufão atingir a costa leste das Filipinas menos de uma semana depois de uma tempestade tropical ter deixado mais de 280 mortos no país.

AE-AP, Agencia Estado

01 de outubro de 2009 | 19h47

O subsecretário-geral da ONU para assuntos humanitários, John Holmes, afirmou que, se as previsões meteorológicas se confirmarem, as mesmas regiões que foram atingidas nesta semana serão novamente afetadas com o novo tufão, que foi chamado de Parma.

Segundo Holmes, "mais de 100 mil estão em regiões costeiras que podem ser muito afetadas". Nathaniel Cruz, chefe do serviço meteorológico filipino, disse que o Parma pode ser mais forte que o Ketsana: "Agora, só nos resta rezar."

Durante sua passagem pelo sudeste asiático, o Ketsana, que começou como tempestade tropical e depois ganhou força de furacão, matou 386 pessoas, sendo 280 nas Filipinas, 92 no Vietnã e 14 no Camboja.

Tudo o que sabemos sobre:
Filipinastufão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.