Novos atentados deixam ao menos 13 mortos no Iraque

Pelo menos 13 pessoas morreram em novos atentados registrados no Iraque. Destas, cinco morreram em Baquba, quando um grupo de pistoleiros atacou com fuzis vários civis que viajavam em dois carros em uma estrada dessa cidade, ao nordeste de Bagdá. Segundo a polícia, outras 12 pessoas ficaram feridas no ataque. A polícia disse ainda que as vítimas, entre as quais há duasmulheres e uma criança, pertencem a duas famílias que abandonavam Baquba devido à violência que assola a cidade. As fontes lembraram que pelo menos cinco civis morreram nasexta-feira na explosão de uma bomba na cidade vizinha de Baldruz.Em Basra, no sul do país, um policial e um civil morreram por disparos de supostos insurgentes, enquanto em Mossul (norte) uma bomba explodiu na passagem de um veículo civil, matando um jovem. Outros quatro civis e um policial morreram em atentados similares na cidade petrolífera de Kirkuk, 270 quilômetros ao norte de Bagdá, segundo as mesmas fontes.Já o comando militar americano anunciou, em comunicado, a morte de pelo menos 12 supostos terroristas e a detenção de vários outros durante operações e confrontos registradosentre os dias 19 e 25 de agosto, em distintas regiões do Iraque.O Tribunal Penal Central do Iraque anunciou que a Corte condenou entre um ano de prisão e cadeia perpétua a 18 pessoas acusadas de pertencerem a um grupo armado, utilizarem documentos falsos ou terem posse indevida de armas e munição.Conferência reconciliatóriaOs novos atentados coincidem com a abertura, em Bagdá, de uma conferência para a reconciliação nacional, a primeira de uma série de reuniões entre líderes de diferentes grupos étnicos, religiosos e políticos do país.A conferência, que durará dois dias, foi inaugurada peloprimeiro-ministro iraquiano, o xiita Nouri al-Maliki, que pediu aos reunidos que tentem entrar em acordo sobre uma estratégia a favor da tolerância e contra a violência e o terrorismo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.