Novos atentados deixam pelo menos 25 mortos no Iraque

Pelo menos 25 pessoas morreram e cerca de cem ficaram feridas em novos atentados registrados nesta quarta-feira em Bagdá e na cidade de Baquba, 65 quilômetros ao norte da capital, informaramfontes policiais.O atentado mais violento ocorreu no leste da capital, quando uma bomba e também um carro-bomba explodiram perto da Administração de Trânsito do bairro de Al Rasafa, e causaram a morte de 14 pessoas, incluindo três policiais, e deixaram 67 feridos.Fontes policiais disseram que entre os feridos há pelo menos três policiais, e que vários veículos - um deles da Polícia - ficaram destruídos devido à explosão. Também no leste de Bagdá, outro carro com explosivos explodiu na passagem de uma patrulha da Polícia perto da delegacia do bairro de Zayuna, onde oito pessoas morreram, três delas policiais, e 19 ficaram feridos. Em outro ataque, pelo menos quatro pessoas ficaram feridas após a explosão de morteiros contra um centro de recrutamento perto do aeroporto de Muthana, no norte de Bagdá.Além disso, os corpos de 64 pessoas, na maioria com sinais de tortura, foram encontrados nas últimas 24 horas em diferentes bairros de Bagdá.A Polícia acredita que essas pessoas tinham sido seqüestradas dentro do conflito sectário entre xiitas e sunitas no Iraque, antes de serem assassinadas pelos seqüestradores.Em Baquba, um civil e um policial morreram ao ser atingidos por um grupo de pistoleiros, enquanto no bairro de Al-Sadr, em Bagdá, cujos habitantes são na maioria xiitas, um ex-membro do já dissolvido partido Al-Baath foi assassinado em um atentadosemelhante. As ações de violência continuam no Iraque, especialmente na capital, apesar dos planos de segurança aplicados há dois meses pelo governo em Bagdá e seus arredores, e dos quais participam mais de 60.000 efetivos do Exército e da Polícia iraquianos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.