Reuters
Reuters

Novos atentados deixam pelo menos 9 mortos no Iraque

Mais de 50 pessoas ficaram feridas após a explosão de uma bomba e dois atentados suicidas em três cidades

AE, Agencia Estado

01 Novembro 2009 | 10h50

Nove pessoas morreram e mais de 50 ficaram feridas neste domingo, 1, no Iraque, após a explosão de uma bomba e dois atentados suicidas. No pior ataque, cinco pessoas morreram e 37 acabaram feriadas pela explosão de uma bomba escondida na garupa de uma bicicleta em um mercado na cidade xiita de Mussayib, na província de Babil. Na cidade de Ramadi, ao oeste do Iraque, capital da província predominantemente sunita de Al-Anbar e ex-reduto rebelde, dois atentados suicidas causaram outras três mortes, em um deles, quatro ficaram feridos.

 

Veja também:

link A lógica mortal da guerra sem fim

link 60 oficiais de segurança são detidos por atentados no Iraque

especialEspecial: As principais ações suicidas a serviço do terror

especialEspecial: Do início ao início do fim da guerra do Iraque

Na cidade sagrada de Karbala, 110 quilômetros ao sul da capital, uma bomba magnética fixada em um ônibus foi detonada enquanto o veículo aproximava-se de uma guarita de segurança, matando uma mulher e deixando 12 feridos, incluindo cinco mulheres, disseram funcionários da segurança e médicos.

 

Os ataques acontecem uma semana após dois atentados suicidas no centro de Bagdá terem causado a morte de 153 pessoas e ferido 500, dia de maior violência no Iraque em mais de dois anos. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
Iraque bomba atentado

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.