Novos casos de E.coli caem na Alemanha, diz ministro

O número de novas infecções pela bactéria Escherichia coli (E.coli) está caindo na Alemanha, disse hoje na televisão o ministro de Saúde do país, Daniel Bahr. "Eu ainda não posso cancelar os alertas, mas agora temos motivos de esperança, já que o número de novas infecções está continuamente caindo", afirmou ele à emissora pública ARD.

GABRIELA MELLO, Agência Estado

08 de junho de 2011 | 09h14

"Provavelmente ainda haverá novos casos, e infelizmente ainda temos que considerar novas mortes, mas o número de novas infecções está claramente diminuindo, e o pior da doença ficou para trás", acrescentou o ministro alemão.

Os comentários de Bahr surgem antes de importantes autoridades da Saúde e Defesa do Consumidor da Alemanha e da União Europeia (UE) se reunirem em Berlim para debater como combater a bactéria, que já matou 24 pessoas e deixou mais de 3 mil doentes.

Bahr, o ministro de Agricultura e Defesa do Consumidor da Alemanha, Ilse Aigner, e autoridades equivalentes de todos os 16 países membros da UE discutirão a questão com o comissário de Saúde do bloco europeu, John Dalli. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
saúdebactériaEcoliAlemanhacasos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.