Novos casos suspeitos de Ebola no Congo

Autoridades de saúde temem que o vírus do Ebola continue se espalhando pela República do Congo depois que seis pessoas morreram em um remoto distrito do nordeste do país.Segundo o chefe da campanha governamental contra o Ebola, os casos de mortes suspeitas ocorreram na semana passada em Kelle, um distrito que faz fronteira com Mbomo, onde a epidemia começou neste país da África Central.As últimas vítimas são originárias de duas vilas distintas e acredita-se que elas tenham se alimentado de carne de macaco. Elas desenvolveram sintomas da doença, mas as autoridades ainda aguardam os resultados dos testes de laboratório para fornecer uma avaliação definitiva.Se ficar comprovado que o Ebola foi a causa das mortes, o número de vítimas fatais do vírus poderia subir para 18 na República do Congo. Outras 23 pessoas já morreram no vizinho Gabão vítimas do Ebola desde o início da epidemia, em outubro do ano passado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.