Novos combates deixam pelo menos 15 mortos em Mogadíscio

Pelo menos 15 pessoas morreram nesta sexta-feira, 20, e outras 43 ficaram feridas no terceiro dia consecutivo de combates entre tropas etíopes e grupos de milicianos em Mogadíscio, informaram fontes hospitalares.Os novos choques armados começaram no norte da cidade e se estenderam pelo oeste. Os enfrentamentos obrigaram muitos moradores a se deslocarem a outras áreas que não ficaram expostas aos combates.O chefe de emergências do hospital de Madina, o mais importante de Mogadíscio, disse à agência Efe que nesse centro foram internados nesta sexta-feira 40 feridos, sendo que quatro morreram enquanto recebiam tratamento."É uma tragédia. O Conselho de Segurança da ONU deve dizer algo", afirmou.As tropas etíopes chegaram em 24 de dezembro para apoiar o governo de transição e expulsar os milicianos das Cortes Islâmicas dos territórios que controlavam, incluindo a capital.No fim de março, houve duros enfrentamentos que causaram mais de mil mortos, a maioria de civis, e embora posteriormente tenha havido dias relativamente tranqüilos, só com combates esporádicos, os choques armados aumentaram novamente na quarta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.