Novos combates entre rebeldes no Sri Lanka deixam 9 mortos

Uma violentatroca de tiros de revólver e de morteiros entre guerrilheiros defacções rebeldes dos Tigres Tâmeis deixou pelo menos 9 mortos,20 feridos e colocou em risco o frágil cessar-fogo declarado hádois anos no Sri Lanka. Foi o pior conflito armado desde a trégua estabelecidaem 2002 que suspendeu temporariamente a longa guerra civil. Oincidente ocorre a apenas uma semana após eleições para mudançado governo que negociou o fim das hostilidades promovendo umaaliança parlamentar que apóia o presidente de linha dura. Após os combates ao longo do rio Vergual, 220 km a lesteda capital, Colombo, cerca de 500 rebeldes fortemente armados dogrupo dissidente abandonaram a área dizendo tratar-se de umamudança tática e não de uma retirada. Cerca de 100 guerrilheiroshomens e mulheres levaram armas, munições e lançadores defoguetes para outro campo. Por duas décadas, os Tigres de Libertação do Tâmil Eelamentraram em choque com forças governamentais num sangrentoconflito separatista que se estima ter causado 65 mil mortes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.