Novos confrontos no Nepal matam 50 rebeldes maoístas

Pelo menos 51 rebeldes maoístas e quatro soldados morreram na última quarta-feira durante uma emboscada frustrada em Damachaur, a oeste do Nepal, informou hoje a rádio estatal nepalesa. Centenas de maoístas armaram a embosca diante de pelo menos 70 soldados nepaleses. Segundo a rádio, outros 17 soldados também ficaram feridos. Até o momento, o Ministério da Defesa, em Katmandu, não se pronunciou sobre o conflito. Os rebeldes maoístas iniciaram em 96 vários conflitos contra o governo do Nepal com o objetivo de derrubar a monarquia e instaurar uma república comunista no reino Himalaia. Pelo menos 4.800 pessoas já morreram.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.