Novos protestos contra os EUA no Paquistão

Um edifício do governo do Paquistão foi atacado nesta sexta-feira em Karachi, cidade portuária no sul do país, por manifestantes que se opõem ao apoio que o governo do general Musharraf está dando aos Estados Unidos no ataque contra o Taleban. Protestantes também atearam fogo a um restaurante fast-food da rede norte-americana Kentucky Fried Chicken (KFC), um ônibus e vários veículos na mesma cidade, que tem mais de dez milhões de habitantes. A polícia reprimiu os manifestantes com gases lacrimogêneos. Em um outro incidente na cidade, três policiais e dois civis ficaram feridos na explosão de uma granada lançada contra um carro da polícia. O agressor lançou a granada de outro veículo. Os movimentos islâmicos radicais convocaram manifestações em todo o território paquistanês para protestar contra os ataques dos EUA ao Afeganistão e a "inteira colaboração" declarada pelo presidente Pervez Musharraf ao governo norte-americano. Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.