Núcleo recebe 500 ligações com pedidos de informação

O Núcleo de Assistência a Brasileiros (NAB), do Itamaraty, recebeu mais de 500 pedidos de informações e solicitações relacionadas aos cidadãos que estavam no Haiti no momento do terremoto da última terça-feira. O núcleo envolve uma equipe reforçada, com 15 pessoas, que se revezam em turnos. Nos próximos meses, essa estrutura deverá ser transformada em um call center permanente do Ministério das Relações Exteriores.

DENISE CHRISPIM MARIN, Agencia Estado

14 de janeiro de 2010 | 13h46

"O Itamaraty faz a sua parte nessa grande operação montada pelo Ministério da Defesa. Nosso pessoal está fazendo um esforço heroico de aguentar a pressão", afirmou o embaixador Oto Agripino Maia, subsecretário das Comunidades Brasileiras no Exterior do Itamaraty.

Segundo Agripino, a maior dificuldade para atender as solicitações está na precariedade das comunicações com o Haiti, especialmente as telefônicas, que se soma ao funcionamento improvisado da embaixada brasileira em Porto Príncipe no Centro Cultural do Brasil. A maioria dos contatos é feita pela internet ou por meio do Ministério da Defesa. O embaixador informou que, até o momento, não houve pedidos de retorno dos brasileiros.

Passaportes emergenciais

Desde ontem, o Itamaraty emitiu mais de 100 passaportes de serviço, em caráter emergencial, para soldados da Força Nacional de Segurança Pública, bombeiros e funcionários civis do governo que seguirão para o Haiti.

Nesta tarde, funcionários do Itamaraty vão preencher a mão, na Base Aérea de Brasília, os passaportes de 21 bombeiros provenientes do Rio de Janeiro. Em geral, esse procedimento demora três dias úteis. Em operação de ajuda como essa, o documento seria dispensável, mas o Itamaraty considerou conveniente emiti-los para o caso de haver desvio do voo que levará os militares e civis ao Haiti.

O NAB pode ser contatado pelos telefones (61) 3411-8803/ 8805/ 8808/ 8817/ 9718 entre as 8h e as 20h. Depois desse horário, o telefone disponível é o (61) 8197-2284.

Tudo o que sabemos sobre:
HaititerremotoinformaçõesItamaraty

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.