Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Número de carros-bomba aumentou 30% no Iraque

Um general dos EUA disse nesta sexta-feira, 30, que o número de atentados suicidas e explosões com carros-bomba cresceu 30% desde o início de uma operação de segurança no mês passado no Iraque, e que os insurgentes usaram uma criança num segundo ataque suicida na semana passada.O general Michael Barbero, subdiretor regional de operações no Estado-Maior Conjunto do Pentágono, também caracterizou o crescente uso de bombas de cloro no Iraque como "ataques com gás venenoso.""O cloro é um gás venenoso (...) sendo usado contra o povo iraquiano. Antes desses ataques, a última vez que gás venenoso havia sido usado contra o povo iraquiano havia sido por Saddam Hussein", disse Barbero a jornalistas no Pentágono.Segundo um general, um adolescente foi usado num atentado suicida em Haditha no dia 21 de março.Barbero disse que a polícia iraquiana estava buscando um veículo suspeito quando passou por um menino de 12 a 14 anos sobre uma bicicleta, que detonou uma bomba em sua mochila. O garoto morreu na hora, segundo o general.Três dias antes, afirmou Barbero, insurgentes em Bagdá detonaram um carro-bomba com crianças no banco traseiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.