Número de mortes em explosão na Nigéria sobe para 71

O número de mortos em uma explosão em um terminal rodoviário, na Nigéria, nesta segunda-feira subiu para pelo menos 71. Outras 124 pessoas ficaram feridas. O ataque ocorreu nos arredores da capital nigeriana, Abuja, pouco antes das 7h do horário local (3h de Brasília).

AE, Agência Estado

14 de abril de 2014 | 11h13

Segundo o porta-voz da polícia nacional Frank Mba, a explosão destruiu 16 ônibus de luxo e 24 micro-ônibus no terminal de Nyanya.

Informações preliminares indicavam que haviam ocorrido duas explosões e que 37 pessoas haviam morrido. Mas a polícia confirmou apenas uma grande explosão, que provocou explosões secundárias à medida que os tanques de combustível inflamaram e queimaram. Ninguém assumiu imediatamente a responsabilidade pelo ataque, embora o movimento terrorista islâmico Boko Haram tenha ameaçado atacar a capital.

"Os feridos estão recebendo tratamento em hospitais dentro e ao redor de Abuja", disse Mba.

O presidente da Nigéria, Goodluck Jonathan, prometeu que o país superaria a insurgência brutal do Boko Haram enquanto visitava a cena do ataque. "Perdemos um número muito grande (de pessoas)", disse Jonathan. "A questão do Boko Haram é uma história muito complicada nesse período de nosso próprio desenvolvimento... Mas vamos superar isso... A questão do Boko Haram é temporária."

Segundo a Agência Nacional de Gestão de Emergências, há suspeita de que as explosões partiram de um veículo. A polícia investiga o caso. "O ataque afetou um grande número de pessoas porque ainda era muito cedo pela manhã e havia muito trânsito", destacou o comodoro do ar da agência, Charles Otegbade. Fonte: Associated Press.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.