Número de mortes por gripe aviária na China sobe para 20

Outras duas pessoas morreram em decorrência de uma nova onda de gripe aviária, elevando para 20 o número de mortes pelo vírus H7N9, informou a Organização Mundial da Saúde (OMS) neste domingo.

Reuters

21 de abril de 2013 | 16h46

Autoridades na China notificaram a OMS sobre seis novos casos, passando a totalizar 102. Deste total, 70 pessoas estão hospitalizadas e 12 casos foram descartados. Cinco dos novos casos ocorreram na província de Zhejiang, enquanto um foi observado em Xangai.

"Até que a fonte de infecção seja identificada, é esperado que haja mais casos de infecção humana com o vírus na China", afirmou a OMS em nota.

O representante da OMS na China, Michael O'Leary, divulgou na sexta-feira que metade dos pacientes avaliados não teve contato com aves, a fonte de contaminação mais óbvia, mas afirmou que a transmissão entre humanos é rara.

A China anunciou o primeiro caso de infecção humana com o vírus H7N9 no final de março.

(Por Tom Miles)

Tudo o que sabemos sobre:
CHINAGRIPEAVIARIAMORTES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.