Número de mortos após tremor na Nova Zelândia passa dos cem

Autoridades afirmam que 228 pessoas seguem desaparecidas desde a terça-feira

Agência Estado

24 de fevereiro de 2011 | 15h41

Equipes de resgate buscam vítimas do terremoto.

 

CHRISTCHURCH - Passou de cem o total de pessoas mortas no forte terremoto que na última terça-feira atingiu a segunda maior cidade da Nova Zelândia, informaram nesta quinta-feira, 24, autoridades locais. "Até o momento confirmamos a morte de 102 pessoas, enquanto 228 continuam desaparecidas", disse a jornalistas o ministro neozelandês de Defesa Civil, John Carter.

 

Pouco depois, a polícia informou que chegava a 103 o número de mortos confirmadas e advertiu que o número continuaria subindo à medida que avançassem as ações de resgate. "Não houve resgates durante a madrugada", disse o superintendente Russell Gibson à TVNZ ao amanhecer da sexta-feira, pelo horário local.

 

"O número de mortes continua a aumentar e agora encontra-se em 103", prosseguiu. A cidade neozelandesa de Christchurch foi atingida por um terremoto de magnitude 6,3. O abalo sísmico causou extensa devastação na cidade. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
terremotoNova Zelândiamortes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.