Número de mortos em ataque no Egito sobe para 22

O número de mortos entre soldados em um ataque contra um posto militar na fronteira do Egito com a Líbia subiu para 22, de acordo com uma fonte militar. Este foi o incidente com o maior número de soldados mortos na história recente do Egito.

AE, Agência Estado

20 Julho 2014 | 08h57

Autoridades, incluindo o presidente Abdel-Fattah el-Sissi, chamaram a ofensiva de um ato terrorista que não ficará impune. El-Sissi declarou um período de luto de três dias.

No sábado, homens armados com lança-granadas atacaram o posto fronteiriço na maior província do país, al-Wadi al-Gedid, que atravessa as fronteiras líbia e sudanesa, causando uma explosão no depósito de munições. Três agressores foram mortos em confrontos breves. Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Egito Violência

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.