Número de mortos em atentado no Afeganistão chega a 19

Ataque ocorreu durante o cortejo de um líder tribal na capital da província de Takhar; 40 ficaram feridos

Agência Estado,

25 de dezembro de 2011 | 15h03

Subiu para pelo menos 19 o número de mortos após a ação de um homem-bomba nete domingo, 25, em um funeral no norte do Afeganistão. Um membro do Parlamento nacional foi uma das vítimas, de acordo com autoridades afegãs. As fontes disseram que o ataque ocorreu durante o cortejo de um líder tribal na capital da província de Takhar, uma região dominada por tajiques e usbeques étnicos que estava praticamente intocada pela insurgência até uma série de atentados do Taleban, iniciada no ano passado.

 

 

O governo do Afeganistão afirmou que entre oi mortos no ataque deste domingo está o membro do Parlamento Abdul Mutalib Baik. Além disso, cerca de 40 pessoas ficaram feridas. Um porta-voz do Taleban se recusou a comentar o ataque e disse que estava investigando se o grupo era o responsável. Não ficou claro se Baik, um usbeque étnico e ex-comandante anti-Taleban, era o alvo.

 

O presidente do país, Hamid Karzai, rapidamente condenou o que ele descreveu como um "ato cruel de terror para atingir pessoas inocentes que se reuniram para uma cerimônia religiosa", afirmando que o atentado expôs a "natureza vil e cruel do inimigo que não quer ver o povo muçulmano do Afeganistão realizar seus rituais islâmicos". As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Afeganistãoatentado Afeganistão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.