Número de mortos em Bangladesh sobe para 761

O número de mortos do desabamento de um edifício em Bangladesh, onde estavam instaladas cinco confecções, subiu para 761, de acordo com a Associated Press. As autoridades começaram a desembolsar salário e outros benefícios para os sobreviventes do pior desastre industrial do país.

AE, Agência Estado

08 de maio de 2013 | 01h57

A sala de controle que supervisiona as operações de resgate informou que as equipes de resgate recuperaram mais corpos durante a noite a partir dos destroços do edifício Rana Plaza, que possuía oito andares. O local estava cheio de trabalhadores do turno da manhã quando desabou em 24 de abril.

Não há indicação clara de quantos corpos permanecem nos escombros, uma vez que o número exato de pessoas no momento do desabamento é desconhecido. Mais de 2.500 pessoas foram resgatadas com vida.

Depois que centenas de trabalhadores protestaram por indenização na terça-feira, as autoridades começaram a desembolsar salários e outros benefícios. O major-general Hasan Suhrawardy Chowdhury, um oficial militar na região, disse que cerca de 400 trabalhadores se reuniram na terça-feira à noite para coletar benefícios e outras remunerações.

Autoridades ajudaram a Associação de Fabricantes e Exportadores de Vestuário de Bangladesh desembolsar o montante.

Rafiqul Islam, um funcionário da associação, disse que ainda tem de obter

a lista completa dos trabalhadores, mas o desembolso continuará gradualmente.

Segundo Islam, a instituição planeja se sentar com os representantes dos trabalhadores ainda nesta quarta-feira para discutir como poderia alcançar uma indenização adequada e outros auxílios financeiros para as vítimas. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
BANGLADESHDESABAMENTO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.