Reuters
Reuters

Número de mortos em desabamento em Bangladesh sobe para 675

Polícia analisa possibilidade de acusar de homicídio o dono de uma fábrica em funcionamento no prédio que desabou

AE, Agência Estado

06 de maio de 2013 | 13h21

DACA - Subiu para 675 o número de mortos no pior desastre industrial da história de Bangladesh, informaram autoridades locais nesta segunda-feira, 6.

A polícia do país analisa a possibilidade de acusar de homicídio o dono de uma das fábricas em funcionamento no prédio que desabou em 24 de abril, depois de a esposa de um trabalhador que morreu na tragédia ter entrado com um processo judicial.

Sheuli Akter, esposa de Jahangir Alam, afirma que seu marido e outros funcionários foram "empurrados para a morte" pelo dono do local, Mohammed Sohel Rana, e duas outras pessoas.

Alam trabalhava na New Wave Styles, uma das cinco fábricas de roupas abrigadas no edifício de oito andares que desabou. / AP

Tudo o que sabemos sobre:
Bangladeshdesabamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.