Número de mortos em explosão na Pemex sobe para 34

A estatal mexicana Petroleos Mexicanos (Pemex) informou que o número de pessoas mortas na explosão ocorrida na quinta-feira na sede corporativa da empresa, na Cidade do México, subiu para 34, com a retirada de mais um corpo dos escombros na noite de sábado.

EQUIPE AE, Agência Estado

03 de fevereiro de 2013 | 14h56

Na tarde de ontem, as equipes de resgate retomaram buscas por quatro pessoas que ainda estavam desaparecidas, depois que cães farejadores indicaram a possível presença de corpos.

O presidente do México, Enrique Peña Nieto, publicou uma mensagem em sua conta no Twitter dizendo que a 34ª vítima foi retirada dos escombros.

As autoridades ainda têm de determinar as causas da explosão, que atingiu o subsolo e andares mais baixos do prédio que fica perto da torre corporativa da empresa, que tem 48 andares. A maior parte das vítimas eram mulheres que trabalhavam no prédio em funções administrativas.

Pelo menos 121 pessoas ficaram feridas, das quais mais de 50 ainda estavam hospitalizadas na noite de sexta-feira.

A Pemex disse, em sua conta no Twitter, que os trabalhadores poderão voltar à torre corporativa na terça-feira e que os que tiveram seus trabalhos afetados no local onde houve a explosão serão realocados. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Pemexexplosãomortos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.