Número de mortos israelenses no conflito chega a 100

O número de israelenses mortos em quase um mês de combates contra o Hezbollah chegou a 100, após a morte, na terça-feira, de cinco soldados, a maioria por foguetes antitanque disparados pela milícia libanesa. A imprensa israelense informa nesta quarta-feira que em 28 dias de confrontos morreram 64 militares e 36 civis. Entre as baixas estão 12 reservistas que morreram ao ser atingidos por um foguete Katiusha. Outros quatro militares estavamno navio israelense Hanit, e três foram vítimas de acidentes de helicóptero. Os demais soldados mortos foram abatidos em combates com milicianos do Hezbollah no sul do Líbano. Segundo dados do Exército, os foguetes antitanque do Hezbollah são o principal perigo para as tropas israelenses. Eles mataramcerca de 20 soldados. A fonte informa que os foguetes, às vezes disparados a dois quilômetros de distância, são de fabricação russa e foram comprados através da Síria.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.