Número de mortos no Haiti supera os 600

Trabalhadores haitianos começam a cavar valas coletivas para os corpos das vítimas das enchentes causadas pela tempestade tropical Jeanne. O número de mortos no Haiti já supera os 600, e algumas estimativas falam em até 1000 vidas perdidas. A parte mais atingida pela tempestade foi o porto de Gonaives, no noroeste, onde cerca de 500 cadáveres já foram encontrados, segundo Toussaint Kongo-Doudou, porta-voz da missão de paz da ONU no país.O presidente interino do Haiti, Boniface Alexandre, pediu ajuda internacional na Assembléia Geral da ONU, em Nova York, "Face a esta tragédia... Apelo com urgência para a solidariedade da comunidade internacional, para que possa mais uma vez apoiar o governo no contexto de ajuda emergencial", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.