Número de mortos no teatro russo sobe para 168

O Ministério da Saúde da Rússia informou hoje que o número de reféns mortos no teatro Palácio da Cultura, tomado por rebeldes chechenos e invadido ontem pelas forças especiais, subiu para 118, elevando o total para 168 mortos, incluindo-se os 50 seqüestradores. Cerca de 750 reféns foram libertados. Nove dos reféns morreram vítimas de ataques cardíacos. Segundo o ministro do Interior, Vladimir Vasilyev, nenhum dos mortos foi vítima do gás sonífero usado pelo Comando Alfa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.