Número de pessoas mortas por inundações na Geórgia sobe para 12

Zoológico também foi afetado e vários animais fugiram

O Estado de S. Paulo

14 de junho de 2015 | 13h49

TBILISI - Subiu para 12 o número de pessoas que morreram após fortes enchentes em Tbilisi, capital da Geórgia, e outras 10 estão desaparecidas. As inundações atingiram também o zoológico da capital e destruiu os locais de habitações dos animais, o que levou tigres, leões, hipopótamos, ursos, lobos e outros animais a escaparem. As autoridades alertaram os moradores da região a ficarem dentro de casa e saírem apenas em caso de emergência.

Um hipopótamo que escapou foi encurralado em uma das principais praças da cidade. Segundo o zoológico, foi usada uma arma com tranquilizante para dominar o animal. Alguns outros animais também foram apreendidos, mas ainda não foi divulgado quantos estão soltos.

De acordo com o zoológico, uma das pessoas que morreram por causa das inundações foi o tratador, Guliko Chitadze, que perdeu um braço em um ataque de um tigre no mês passado.

As fortes chuvas e os ventos atingiram Tbilisi durante a noite e danificou dezenas de casas. / Associated Press

Tudo o que sabemos sobre:
Georgiainundaçõeszoológico

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.