Número de rebeldes mortos no Nepal sobre para 49

Trina e oito rebeldes maoístasmorreram durante os últimos dois dias em confrontos com oExército e outros 11 faleceram quando os explosivos quecarregavam explodiram acidentalmente, informaram neste domingo oExército e a polícia. As tropas do governo não sofreram nenhuma baixa, disseShiv Kumar Thapa, porta-voz militar. Não foi possível confirmaros dados por outros fontes. O exército matou 17 rebeldes no sábado em uma ofensivano distrito de Rolpa, a 440 a noroeste da capitaldo Nepal,Katmandu. Outros oito insurgentes morreram na região deDadelbhura, a 600 km a nordeste da capital, disse o porta-vozmilitar, e mais seis foram mortos em Chitwan, a 200 km asudoeste da mesma capital. No sábado à noite, 11 guerrilheiros morreram quando osexplosivos que carregavam explodiram acidentalmente no povoadode Fatehpur, a 1.550 km de Katmandu, informou uma fontepolicial. Os combatentes estavam escondidos nesse municípioquando ocorreu o acidente e a polícia encontrou seus cadáveres. Os rebeldes lutam desde 1996 para derrubar a monarquiaconstitucional nepalesa e impor ao país um regime comunistabaseado na doutrina de Mao Tsé-tung, o líder comunista chinês que liderou a revolução em seu país e o governou até sua morte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.