Número de reféns na Rússia pode ser maior que o anunciado

O número de reféns capturados por terroristas que tomaram uma escola ontem na república russa de Ossétia do Norte pode ser muito maior que os 345 anunciados inicialmente pelas autoridades, reconheceu um representante do governo local, Lev Dzugayev. Na multidão que cerca a escola em expectativa, um cartaz endereçado ao presidente da Rússia diz: ?Putin: pelo menos 800 pessoas estão como reféns?. Dzugayev diz acreditar que há entre 15 e 24 terroristas na escola, que mantinha classes desde o primeiro ano primário até o ensino médio. Alguns pais que levavam os filhos para a escola também foram capturados.A tomada de reféns em Beslan, cidade de cerca de 30.000 habitantes na região de Ossétia do Norte, sul da Rússia, parece ser o mais recente ataque ligado à guerra na Chechênia, república russa de maioria muçulmana onde existe um forte movimento separatista.Forças de segurança russas cercam o prédio da escola, e há um terrorista posicionado como franco-atirador num dos andares superiores. Desde que a escola foi tomada, na manhã de ontem, os terroristas se recusaram a deixar entrar água e comida no local.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.