Número de turistas mortos em acidente no Chile sobe para 12

Doze turistas americanos que participavam de um cruzeiro procedente de Miami, nos EUA, morreram em um acidente do ônibus que os conduzia de volta do Parque Nacional Lauca, no norte do Chile, informaram fontes oficiais. O acidente, que deixou outras quatro pessoas feridas, sendo que dois estão em estado grave, ocorreu no quilômetro 44 da estrada internacional rumo à Bolívia, segundo a prefeita de Tarapacá, Patricia Pérez. A direção do Hospital Doutor Juan Noé identificou os feridos como sendo os chilenos Iván Guerra, de 40 anos, guia turístico, Cristián Contreras, motorista do ônibus, e os americanos Bernard Diamond , 77 anos, e Harold Richards, 68, ambos em estado grave. O ônibus, de uma agência de turismo da cidade de Arica, levava 16 passageiros, dos quais 14 eram estrangeiros. Todos tinham chegado na manhã de ontem à região a bordo do cruzeiro "Millennium". O ônibus tombou na montanha El Aguila e depois caiu em um barranco de cerca de 80 metros, por motivos que ainda estão sendo investigados. O navio "Millennium", procedente de Miami, chegou a Arica com 1.600 passageiros e 900 tripulantes. De Miami, a empresa Celebrity Cruises, que opera o transatlântico "Millennium", informou que os turistas mortos realizavam um tour independente, segundo nota emitida à imprensa.

Agencia Estado,

23 Março 2006 | 00h53

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.