Número de vítimas ainda é desconhecido

Um dia depois dos atentados contra o World Trade Center (Nova York) e o Pentágono (Washington), os dados sobre o número de mortos e feridos continuam desconhecidos. As autoridades advertem que levará ainda algum tempo até que se tenha uma informação clara.O prefeito de Nova York, Rudolph Giuliani, disse hoje apenas que todos os esforços no momento são para "salvar o maior número possível". Ele afirmou, no entanto, que quando o primeiro avião chocou-se contra uma das torres gêmeas havia milhares de pessoas no edifício, que tiveram uma hora e 15 minutos para sair antes que a torre se desmoronasse. Segundo Giuliani, milhares de pessoas conseguiram sair do prédio, "mas outras milhares não".Funcionários do Pentágono não falaram concretamente de número de mortos ou feridos, nem explicaram quando desejam fazê-lo. De acordo com o Corpo de Bombeiros de Arlington, onde está o edifício, o número de mortos está entre 100 e 800.Em Nova York, os jornalistas foram mantidos a várias quadras de distância do WTC. E em Washington, embora tenham recebido permissão para voltar a trabalhar no Pentágono, não puderam se aproximar da área destruída.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.